Tecnologia do Blogger.

Guardas salvam cachorro que estava trancado em veículo no centro da cidade



Final de ano se aproxima e com ela a alta temperatura. Uma das cenas mais vistas nesta época do ano são donas de animais levando seus bichinhos em veículos. Até aí tudo bem, mas nesta semana duas denúncias chamaram a atenção de guardas municipais.

Na tarde de hoje (18) em pleno Centro de Jundiaí, um cão da raça Lhasa Apso foi encontrado por comerciantes trancado em um veículo na rua do Rosário próximo da igreja Matriz. Os guardas municipais que atuam na Base Central da GM foram chamados para averiguar a denúncia.

No local, os guardas confirmaram a informação de comerciantes. Segundo eles, o cãozinho ficou trancado por cerca de uma hora sob um Sol de quase 40 graus. Assustado, o animal estava se debatendo sobre o banco do Ford Fiesta.

Um chaveiro foi chamado pelos guardas para que o veículo fosse aberto. Em minutos o cachorro já estava respirando no colo dos GMs.

Levado até a Base Central, os guardas deram sombra e água fresca ao cachorrinho que em seguida teve o encontro com sua dona que ficou sabendo do ocorrido e foi até o posto da GM.

Bastante nervosa, a senhora de 68 anos disse que ao sair de sua casa não viu o cachorro entrar no carro.

A pedido do delegado do 1º DP, a senhora foi orientada pelos guardas quanto ao risco de um animal ficar trancado no veículo, a senhora foi embora se desculpando pelo ocorrido, levando seu Lhasa Apso são e salvo para casa.

Ontem (17), uma outra denúncia fez com a GM encontrasse um veículo com um outro cachorro dentro no estacionamento do Maxi Shopping. Na ocasião o proprietário disse que havia esquecido um objeto em uma loja o que não demorou mais do que 25 minutos. O veículo estava estacionado na garagem coberta do shopping.

A recomendação  da Guarda Municipal nesses casos é,  em hipótese alguma, deixar um animal preso no carro, nem com uma fresta do vidro aberta e sob uma árvore. Mesmo na sombra, a temperatura no interior do veículo sobe rapidamente, e o animal pode desmaiar ou até morrer em no máximo meia hora.




por Luciano Guerino
foto Luciano Guerino







A publicidade dos atos da administração pública é um princípio estabelecido pela constituição federal, porém, a reprodução das informações e imagem transmitidas é de inteira responsabilidade dos veículos de comunicação.




Assessoria de Imprensa - Jornalistas responsáveis

Luciano Guerino - 9.9263-1488 (MTB 59140)
Darlei Antônio - 9.9569-6476 (MTB 72769)

0 comentários:

Postar um comentário