Tecnologia do Blogger.

GM intensifica fiscalização em moradores de rua para coibir vendas em comércios de sucatas



Atendendo à inúmeras solicitações de moradores da região da Ponte São João com as seguidas práticas de pequenos furtos, equipes da Guarda Municipal de Jundiaí que compõem o Programa “Crack, É Possível Vencer, estiveram nos últimos dias averiguando moradores em situação de rua que utilizam carrinhos com objetos usados na região leste e norte da cidade.

De acordo com as denúncias, esses moradores que usam os carrinhos, estariam levando os objetos que em sua maioria são furtados para comércios de sucatas  existentes na região.

Cerca de 10 guardas realizaram diversas abordagens com aproximadamente vinte e sete indivíduos com os carrinhos, sendo quinze na área da Ponte São João e Jardim São Camilo, sete  no Bairro do Jardim Tamoio e  cinco no Bairro da Vila Hortolândia.  Seis indivíduos foram  conduzidos aos distritos de área por estarem com material de procedência duvidosa, como por exemplo fios de cobre queimados (fiação elétrica), algumas peças de acabamento como torneiras e registro de caixa de água e esquadrias de alumínio.

Segundo o Inspetor da Guarda Municipal e encarregado do Eixo Autoridade do Programa Crack, É Possível Vencer, Cláudio Ferigato, entre a semana passada e o início dessa semana, foram recebidos através do telefone 153,  cerca de quarenta denúncias. “A participação da comunidade em realizar as denúncias é fundamental para que possamos adequar as ações do Programa Crack junto à Guarda Municipal, explica Ferigato.

Objetos como torneiras, fios de cobre, registro de caixa de água e esquadrias de alumínio são alguns dos produtos levados por esses moradores até os comércios.

A GM em conjunto com as Secretaria de Finanças estão acompanhando os comércios de sucatas nessas regiões com o objetivo de verificar se possuem a documentação necessária para o seu funcionamento.




por Luciano Guerino
foto GMJ


A publicidade dos atos da administração pública é um princípio estabelecido pela constituição federal, porém, a reprodução das informações e imagem transmitidas é de inteira responsabilidade dos veículos de comunicação.




Assessoria de Imprensa - Jornalistas responsáveis

0 comentários:

Postar um comentário