Tecnologia do Blogger.

GCM DE SOROCABA DÁ INÍCIO A “OPERAÇÃO CEROL” A PARTIR DE SEGUNDA-FEIRA



A partir da próxima segunda-feira (15), a Guarda Civil Municipal (GCM) dá início à primeira edição do ano de sua campanha de conscientização quanto ao uso do cortante de pipa: “Cerol, não empine essa ideia”. O trabalho da GCM, que tem caráter educativo e preventivo – principalmente, junto às crianças e adolescentes – tem o objetivo de conscientizar a população para coibir o uso do cerol e de linha cortante tipo “Chilena”, responsáveis por diversos acidentes com crianças e adultos.
A campanha, intensificada no período que antecede as férias escolares, tem sido fundamental para a queda no número acidentes e de Auto de Infrações registrados no decorrer do ano. Dados da GCM registraram dezenove apreensões de linha com material cortante e foram lavradas três autuações neste ano até o momento.
Para o comandante da Guarda Civil, Benedito da Silva Zanin, a prevenção ainda é o melhor caminho para se evitar acidentes, muitas vezes fatais. E as vítimas potenciais são os motociclistas, ciclistas e as próprias crianças que se cortam durante o manuseio do material. “Acreditamos que este é um trabalho de construção da identidade cidadã. A cada novo período de férias, voltamos nossa atuação para as áreas onde, frequentemente, crianças, jovens e até adultos costumam brincar com pipa”, diz Zanin.
Neste sentido, o comandante alerta para outra situação preocupante, que é a prática de empinar pipas próximo ao aeroporto. Há relatos – segundo ele – de danos em aeronaves e na rede elétrica, o que pode acarretar verdadeiras tragédias. Daí a intensificação, também, as ações no entorno do aeroporto local. “Agimos no sentido de conscientizar a população, mas é preciso saber que a prática com o uso de cortante é passível de multa alta e responsabilização”, acrescentou.
Soltar pipas poderá ser sempre uma brincadeira segura e divertida, desde que praticada com responsabilidade. A GCM recomenda que os adeptos dessa modalidade procurem sempre lugares abertos, longe da fiação elétrica, de vias com grande fluxo de veículos e da pista de pouso e decolagem de aeronaves, para evitar acidentes.
Adultos flagrados fazendo uso desses materiais cortantes, transportando ou comercializando serão autuados por meio da Lei Municipal 8471/08, que prevê multa prevista de R$ 1.394,47 se o fato não gerar uma infração penal (valor este em vigor desde 1º de Janeiro de 2015). Nos casos com menores de idade flagrados, os pais ou responsáveis serão identificados e responsabilizados.
A população pode ser parceira no combate ao uso do cerol denunciando diretamente na Guarda Civil, pelos telefones 3212.9400 e 199 (Defesa Civil).

enviado por Simone Liuti Rosa
Relações Comunitárias GCM Sorocaba

0 comentários:

Postar um comentário