Tecnologia do Blogger.

GCM DE SOROCABA - Tráfico de Drogas

DENÚNCIA ANÔNIMA LEVA TRAFICANTE PARA A PRISÃO



Guarda Civil de Sorocaba em ação de Patrulhamento Preventivo da Ronda Municipal – ROMU, realizada pelo bairro Jardim Santa Lúcia recebeu uma denúncia de um transeunte que haveria uma traficante pelo local, a qual se utilizava de um veículo voyage vermelho para a distribuição de entorpecentes pelo bairro.

Após o recebimento destas informações, foram feitas rondas no entorno do bairro, ao que a guarnição avistou um veículo com as mesma características informadas, desta forma foi realizada a abordagem e constatado que uma mulher, identificada como J.S.P., de 19 anos, a qual estava ao volante e ao lado desta, dentro do veículo, uma sacola alaranjada contendo 853 porções de crack e 30 porções de maconha, sendo que a mesma assumiu a propriedade e apresentou aos Guardas a quantia de R$ 499,00 em dinheiro, este proveniente da venda de entorpecentes de acordo com a averiguada. A suspeita indicou a casa de onde havia saído e que , segundo a mesma, conteria mais entorpecente, desta maneira a equipe se deslocou ao local indicado e localizou 528 porções de crack embaladas, mais 396 gramas de crack à granel, 133 porções de maconha, 1.433 gramas de cocaína, vários utensílios utilizados para o embalo de entorpecentes, como balanças de precisão, facas, peneiras, sacos de microtubos vazios, além de R$ 1.504,00 em dinheiro. A mesma disse que distribuía a droga pelo bairro do parque das laranjeiras nas vielas próximas a escola Professor Antônio Cordeiro, do Centro de Artes e Esportes Unificados (CEU das ARTES) e também pela ponte de concreto da pista de caminhada e ciclovia do Jardim Santo André; a suspeita relatou aos GCMs que assumiu a responsabilidade pela distribuição do entorpecente após seu companheiro ter sido preso. Apresentado os fatos à Autoridade Policial de Plantão, foi elaborado o competente boletim de ocorrência por Tráfico de Entorpecente e a jovem encaminhada para o sistema prisional de Sorocaba, ficando a disposição da Justiça.

enviado por Pedro Paulo Moron 

0 comentários:

Postar um comentário